Agencias de Modelos, Top Models, Celebridades – O seu portal de informação
Show MenuHide Menu

A história do jeans, um clássico indispensável que se reinventa a cada década

outubro 16, 2014

NOS ANOS 70 O JEANS DEIXOU DE SER UMA PEÇA DE TRABALHO E SE TRANFORMOU EM UM OBJETO DE MODA (Foto: Getty Images)NOS ANOS 70 O JEANS DEIXOU DE SER UMA PEÇA DE TRABALHO E SE TRANFORMOU EM UM OBJETO DE MODA (Foto: Getty Images)

Peça-chave do guarda-roupa feminino (e masculino), o jeans passeia por todos os estilos e ocasiões, e se reinventa de tempos em tempos. Desde a sua criação, há 141 anos, por Levi Strauss, como a roupa de trabalho dos mineradores do oeste dos Estados Unidos, ele nunca mais deixou de figurar entre os vestuários das décadas, se transformando então em um clássico indispensável, versátil e democrático. Não à toa, o estilista Ives Saint Laurent afirmou certa vez: “Gostaria de ter inventado o jeans: a mais espetacular, prática, descontraída e casual das peças. É expressivo, modesto, tem sex appeal e simplicidade – tudo o que desejo para as minhas roupas”.

Em 1873, quando surgiu, a exigência era básica: os operários das minas de ouro necessitavam de uma roupa que oferecesse essencialmente durabilidade para resistir ao trabalho pesado. Foi só então nos anos 70, quando Calvin Klein colocou a primeira calça feita de denim na passarela que o jeans virou ícone de moda e logo caiu no gosto dos jovens da época. “Para isso, foi preciso oferecer mais do que durabilidade. A beleza do tecido e uma modelagem que se adaptasse a cada tipo de corpo foram os novos atributos considerados pelo estilista e exigido pelos novos consumidores”, conta Robson Ferreira, gerente de produtos ready to wear da marca LYCRA®.

Mas foi como símbolo da juventude descolada dos anos 80, que o jeans realmente evoluiu. “A principal mudança na história do jeanswear aconteceu nesta época, quando o consumidor passa a exigir que a peça alçada ao posto de artigo de moda ofereça não só beleza e durabilidade, como também conforto. Surgiu assim o fio LYCRA®, que passa a ser usado junto com o algodão”, acrescenta Robson. Dai em diante, a evolução caminha por duas vertentes que se completam – a da modelagem e a da tecnologia.

BRIGITTE BARDOT COM A CIGARRETE DOS NOS 60; FARRAH FAWCETT COM A BOCA-DE-SINO DOS ANOS 70 (Foto: Divulgação)BRIGITTE BARDOT COM A CIGARRETE DOS NOS 60; FARRAH FAWCETT COM A BOCA-DE-SINO DOS ANOS 70 (Foto: Divulgação)

OS NOVOS MODELOS
A calça tradicional, com cintura no lugar e corte reto, foi um dos primeiros modelos a se popularizar. Ganhou fama, principalmente, nos anos 50. Por acompanhar as linhas do corpo, veste bem a maioria das pessoas e, por isso, é a mais vendida até hoje.

Na década de 60, a cigarrete entra em cena com sua cintura mais baixa, modelagem justinha e comprimento na altura do tornozelo. Adorada por Brigitte Bardot, ela atravessou gerações e hoje ocupa a terceira posição do ranking de modelos mais vendidos.

Já nos anos 70, a flare ou boca-de-sino, com sua cintura alta e boca ampla, virou febre entre os jovens. “Hoje, cerca de 10% das mulheres vestem essa modelagem, tendência que pode crescer devido à influência da novela Boogie Oogie”, justifica Robson. “Uma pesquisa do IBOPE Inteligência mostrou que 46% dos consumidores se influenciam pelo que veem na TV.”

CONFORTO É A PALAVRA-CHAVE PARA DESCREVER O JEANS DOS ANOS 90 (Foto: Divulgação/Getty Images)CONFORTO É A PALAVRA-CHAVE PARA DESCREVER O JEANS DOS ANOS 90 (Foto: Divulgação/Getty Images)

Depois, nos anos 80 e 90, as baggy e semibaggy entraram na moda junto com as lavagens mais detonadas. É o momento do despojamento grunge, que preza por roupas confortáveis. Logo na sequência, em 2000, foi a vez da skinny surgir e se instalar de maneira avassaladora. “O consumo deste modelo vem crescendo muito. Há cinco ou dez anos, a tradicional reinava absoluta. Hoje, a skinny já divide mercado com ela e se mostra cada vez mais como a modelagem que, em breve, deve ocupar a primeira posição do ranking das mais aceitas e consumidas”, diz o especialista. “É o fio LYCRA® que proporciona a valorização do corpo da mulher nesse modelo que, por ser ajustado ao corpo, costuma valorizar bumbum, pernas e quadril. Estes três atributos somados atendem a 88% do que as mulheres têm em mente na hora de comprar um jeans.”

AS NOVAS TECNOLOGIAS
Quando surgiu, a calça jeans era feita de 100% algodão. Mas assim que a busca pelo conforto entrou em cena, o denim passou a conter uma mistura de algodão e fio LYCRA®. “Agora, a gente já conta com duas novas tecnologias”, revela Robson.

Uma das tecnologias da marca LYCRA® pode conferir um nível de stretch ao tecido capaz apenas para proporcionar a sensação de conforto ao consumidor. “A ideia é oferecer conforto suficiente e perceptível, sem necessariamente ser uma peça completamente justa ao corpo. Por isso, é usada com frequência em peças masculinas ou nos modelos femininos que não precisam de tanto stretch, como a calça reta e a baggy”, explica o especialista. “Esta tecnologia garante alta durabilidade à peça, principalmente quando se trata de lavagens mais agressivas, que figuram entre as tendências de moda e atraem o consumidor pelos olhos”, acrescenta.

Já a última tecnologia da marca LYCRA® oferece uma mistura de duas fibras elásticas. “Abre-se uma fibra de algodão e colocamos lá dentro os dois fios. O resultado é de máximo conforto e muito mais stretch. Por isso, é o mais indicado para o público feminino”, explica ele. Não à toa é a mais indicada para o adorado skinny, que valoriza os principais atributos da mulher brasileira.

Como dizia Andy Warhol: “Eu quero morrer de jeans”.

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Beleza e modelos femininos Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Principais agencias de modelos Principais Grover-Fashion Agencias de Modelos do País Informações sobre agencias de modelos e modelos Fashionlines Modelos Masculinos Internacionais Eleitas as melhores agencias de modelos do Brasil Ranking das Melhores Agencias de modelos do Brasil Modelos e Principais Agencias de Modelos do Brasil Agencias de Modelos, Modelos e Bastidores de Moda

Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASILLEQUIPE AGENCE, WAY MODEL

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web:
Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Beleza e modelos femininos Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Principais agencias de modelos Principais Grover-Fashion Agencias de Modelos do País Informações sobre agencias de modelos e modelos Fashionlines Modelos Masculinos Internacionais Eleitas as melhores agencias de modelos do Brasil Ranking das Melhores Agencias de modelos do Brasil