Agencias de Modelos, Top Models, Celebridades – O seu portal de informação
Show MenuHide Menu

Category Archives: autoestima

Saiba como prevenir a queda de cabelo

abril 4, 2018

O uso do secador e descolorantes pode influenciar na queda de cabelo (Foto: Getty Images)O uso do secador e descolorantes pode influenciar na queda de cabelo (Foto: Getty Images)

Um dos problemas que mais deixam as mulheres ansiosas ao olharem no espelho é a queda de cabelo. Afinal, por que ela acontece? E quando ela é considerada um processo normal do corpo ou passa a ser uma questão tratada com o médico?


Para responder a todas essas dúvidas, conversamos com o Dr. Matheus Arantes, referência em rejuvenescimento e harmonização facial, para saber como lidar com essa questão, que mexe tanto com a autoestima feminina.


AFINAL, POR QUE SOFREMOS COM A QUEDA DE CABELO?


Segundo o profissional, é natural do ciclo capilar que os fios caiam depois de um período de tempo. Ou seja, o cabelo segue um padrão de nascer, crescer e cair, que se retroalimenta – um fio cresce no lugar do que caiu e, quando esse cai, um outro nasce no seu lugar. O principal ponto, diz o médico, é saber diferenciar a queda natural da patológica, ou seja, daquela que é um sintoma de uma doença ou alguma questão emocional.


“A queda de cabelo feminina pode surgir por diversos fatores. A queda disfuncional é causada por doenças sistêmicas como anemia, doenças da tireóide, distúrbios nutricionais e também pode surgir após infecções que cursaram com febre alta, após tratamentos hormonais, cirurgias e após o parto. Algumas doenças cutâneas podem levar à queda, como a alopecia areata, mas nestes casos, além da queda, há a presença de áreas sem pêlos”, diz ele.


Fazer essa diferenciação é mais fácil com o auxílio de um médico, já que cada patologia tem uma série de características específicas que ajudam no diagnóstico final e, consequentemente, no tratamento.


E, sim, na maioria dos casos é possível recuperar o cabelo que caiu. Inclusive, muitas vezes ele volta a crescer sozinho, sem tratamento, quando o seu corpo se recupera da deficiência ou questão emocional (como o estresse) que causou a queda. Ainda assim, é importante consultar um profissional para identificar exatamente o motivo dessa mudança repentina no ciclo capilar.


Inclusive, a alimentação é um fator decisivo em todo esse processo. Muitas vezes, pessoas que estão passando por dietas muito restritivas e perderam muito peso em pouco tempo, percebem uma queda considerável dos fios.


É POSSÍVEL PREVENIR A QUEDA DE CABELO?


A resposta a essa pergunta também é positiva. Caso não existam questões genéticas ou a presença de condições autoimunes que influenciem nessa questão, é possível prevenir que você sofra com uma grande queda de cabelo e fique com falhas na cabeça.


“O recomendado é que o paciente tenha hábitos saudáveis, como boa alimentação, uma rotina que auxilie na redução do estresse, além de ter cuidado com ações que danificam o cabelo e o couro cabeludo, como banho quente, uso de secador e utilização de produtos químicos (descolorantes)”, diz o Dr. Matheus.


Mas, caso você não tenha seguido essas orientações ou tenha passado por alguma situação ou condição física que tenha colaborado para a queda de cabelo, os tratamentos específicos são a melhor forma de recuperar a saúde capilar e, claro, a autoestima.


Segundo o médico, cada tratamento está ligado à causa principal que causou a queda, e pode variar de paciente para paciente. “Nos casos em que a queda é causada por fatores sistêmicos, pode ser necessário realizar uma reposição hormonal ou até mesmo indicar alguns complexos vitamínicos. No entanto, para fatores hereditários ou causados por doenças cutâneas é indicado o uso de medicação tópica, que é muito eficaz quando realizada com auxílio de microagulhamento e drug delivery”, diz ele.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Saiba como prevenir a queda de cabelo

abril 4, 2018

O uso do secador e descolorantes pode influenciar na queda de cabelo (Foto: Getty Images)O uso do secador e descolorantes pode influenciar na queda de cabelo (Foto: Getty Images)

Um dos problemas que mais deixam as mulheres ansiosas ao olharem no espelho é a queda de cabelo. Afinal, por que ela acontece? E quando ela é considerada um processo normal do corpo ou passa a ser uma questão tratada com o médico?


Para responder a todas essas dúvidas, conversamos com o Dr. Matheus Arantes, referência em rejuvenescimento e harmonização facial, para saber como lidar com essa questão, que mexe tanto com a autoestima feminina.


AFINAL, POR QUE SOFREMOS COM A QUEDA DE CABELO?


Segundo o profissional, é natural do ciclo capilar que os fios caiam depois de um período de tempo. Ou seja, o cabelo segue um padrão de nascer, crescer e cair, que se retroalimenta – um fio cresce no lugar do que caiu e, quando esse cai, um outro nasce no seu lugar. O principal ponto, diz o médico, é saber diferenciar a queda natural da patológica, ou seja, daquela que é um sintoma de uma doença ou alguma questão emocional.


“A queda de cabelo feminina pode surgir por diversos fatores. A queda disfuncional é causada por doenças sistêmicas como anemia, doenças da tireóide, distúrbios nutricionais e também pode surgir após infecções que cursaram com febre alta, após tratamentos hormonais, cirurgias e após o parto. Algumas doenças cutâneas podem levar à queda, como a alopecia areata, mas nestes casos, além da queda, há a presença de áreas sem pêlos”, diz ele.


Fazer essa diferenciação é mais fácil com o auxílio de um médico, já que cada patologia tem uma série de características específicas que ajudam no diagnóstico final e, consequentemente, no tratamento.


E, sim, na maioria dos casos é possível recuperar o cabelo que caiu. Inclusive, muitas vezes ele volta a crescer sozinho, sem tratamento, quando o seu corpo se recupera da deficiência ou questão emocional (como o estresse) que causou a queda. Ainda assim, é importante consultar um profissional para identificar exatamente o motivo dessa mudança repentina no ciclo capilar.


Inclusive, a alimentação é um fator decisivo em todo esse processo. Muitas vezes, pessoas que estão passando por dietas muito restritivas e perderam muito peso em pouco tempo, percebem uma queda considerável dos fios.


É POSSÍVEL PREVENIR A QUEDA DE CABELO?


A resposta a essa pergunta também é positiva. Caso não existam questões genéticas ou a presença de condições autoimunes que influenciem nessa questão, é possível prevenir que você sofra com uma grande queda de cabelo e fique com falhas na cabeça.


“O recomendado é que o paciente tenha hábitos saudáveis, como boa alimentação, uma rotina que auxilie na redução do estresse, além de ter cuidado com ações que danificam o cabelo e o couro cabeludo, como banho quente, uso de secador e utilização de produtos químicos (descolorantes)”, diz o Dr. Matheus.


Mas, caso você não tenha seguido essas orientações ou tenha passado por alguma situação ou condição física que tenha colaborado para a queda de cabelo, os tratamentos específicos são a melhor forma de recuperar a saúde capilar e, claro, a autoestima.


Segundo o médico, cada tratamento está ligado à causa principal que causou a queda, e pode variar de paciente para paciente. “Nos casos em que a queda é causada por fatores sistêmicos, pode ser necessário realizar uma reposição hormonal ou até mesmo indicar alguns complexos vitamínicos. No entanto, para fatores hereditários ou causados por doenças cutâneas é indicado o uso de medicação tópica, que é muito eficaz quando realizada com auxílio de microagulhamento e drug delivery”, diz ele.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Fluvia Lacerda indica 6 marcas plus size para seguir no Instagram

dezembro 17, 2017
River Island (Foto: reprodução/Instagram)

Gata, inteligente, feliz com a própria imagem e dona de um closet poderoso, a modelo plus size Fluvia Lacerda é referência-mor de beleza e autoestima. Por isso, perguntamos para ela quais marcas plus size merecem nosso follow no Instagram (oi, comprinhas de verão!).

Como vive em Nova York há anos e viaja o mundo todo, ela elencou grifes gringas que são referência na hora de buscar ideias de produções – oferta de tamanhos grandes nos Estados Unidos na Europa, inclusive, é muito maior que no Brasil, né?

+ Modelos brasileiros estrelam comerciald e shampoo da Argentina

Pronta para se inspirar? Olha só:

Fluvia Lacerda (Foto: reprodução/Instagram)

@modcloth: roupas com carinha vintage (pense naquele vestidinho estampado 50’s e na jardeineira meio anos 70) com modelagem pensada para mulheres reais. O site, inclusive, tem uma aba em que a cliente pode fazer o upload da própria foto, mostrando como optou por usar a peça – vira e mexe as fotos vão parar no Insta da marca. Fofo!

ModCloth (Foto: reprodução/Instagram)

@zizzifashion: de origem dinamarquesa, a grife só trabalha com peças do 42 ao 56 e faz aquela moda urbana fácil, com looks que todo mundo curtiria ter no armário, do conjuntinho pijama estampado à calça de alfaiataria de corte preciso, passando pela sempre últil parka militar.

Zizzi (Foto: reprodução/Instagram)

@violetabymango: quem costuma viajar para Estados Unidos e Europa, provavelmente já conhece a Mango, rede de fast fashion cujo mix de produtos é mais adulto e sóbrio (sem deixar o fashionismo de lado). Pois o que talvez você não saiba é que eles têm uma linha plus size, a Violeta, que tem como lema “vestir mulheres jovens em tamanhos do 42 ao 54 com trajes desenhados para serem confortáveis, femininos e modernos”.

+ Conheça o ranking oficial das Agencias de Modelos do Brasil

Violeta by Mango (Foto: reprodução/Instagram)

@premmeus: a marca americana abraça a missão de quebrar todas aquelas regras chatas sobre o que a mulher gorda pode ou não vestir. Cropped? Tem! Jeans superskinny? Também. Transparência? Opa! Curtimos mil vezes!

Premme (Foto: reprodução/Instagram)

@asos: outro fast fashion famoso! Este é focado em tendências jovens (sport + streetwear), tipo vestidinhos folk, jaqueta de náilon colorida, moletom… Basta um passeio pelo feed da marca para notar também que o foco é a diversidade, de corpos, tamanhos, gêneros, cores. Muito legal.

@riverisland: trata-se de uma grife britânica que não é exclusivamente plus size, mas veste mulheres com todos os tipos de corpo – e as coloca em seu perfil no Insta, claro. Inclusive incetiva as consumidoras a compartilharem os cliques dos próprios looks com a hashtag #ImWearingRI. Vale o scroll.

River Island (Foto: Reprodução)

 

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Fluvia Lacerda indica 6 marcas plus size para seguir no Instagram

dezembro 17, 2017
River Island (Foto: reprodução/Instagram)

Gata, inteligente, feliz com a própria imagem e dona de um closet poderoso, a modelo plus size Fluvia Lacerda é referência-mor de beleza e autoestima. Por isso, perguntamos para ela quais marcas plus size merecem nosso follow no Instagram (oi, comprinhas de verão!).

Como vive em Nova York há anos e viaja o mundo todo, ela elencou grifes gringas que são referência na hora de buscar ideias de produções – oferta de tamanhos grandes nos Estados Unidos na Europa, inclusive, é muito maior que no Brasil, né?

+ Modelos brasileiros estrelam comerciald e shampoo da Argentina

Pronta para se inspirar? Olha só:

Fluvia Lacerda (Foto: reprodução/Instagram)

@modcloth: roupas com carinha vintage (pense naquele vestidinho estampado 50’s e na jardeineira meio anos 70) com modelagem pensada para mulheres reais. O site, inclusive, tem uma aba em que a cliente pode fazer o upload da própria foto, mostrando como optou por usar a peça – vira e mexe as fotos vão parar no Insta da marca. Fofo!

ModCloth (Foto: reprodução/Instagram)

@zizzifashion: de origem dinamarquesa, a grife só trabalha com peças do 42 ao 56 e faz aquela moda urbana fácil, com looks que todo mundo curtiria ter no armário, do conjuntinho pijama estampado à calça de alfaiataria de corte preciso, passando pela sempre últil parka militar.

Zizzi (Foto: reprodução/Instagram)

@violetabymango: quem costuma viajar para Estados Unidos e Europa, provavelmente já conhece a Mango, rede de fast fashion cujo mix de produtos é mais adulto e sóbrio (sem deixar o fashionismo de lado). Pois o que talvez você não saiba é que eles têm uma linha plus size, a Violeta, que tem como lema “vestir mulheres jovens em tamanhos do 42 ao 54 com trajes desenhados para serem confortáveis, femininos e modernos”.

+ Conheça o ranking oficial das Agencias de Modelos do Brasil

Violeta by Mango (Foto: reprodução/Instagram)

@premmeus: a marca americana abraça a missão de quebrar todas aquelas regras chatas sobre o que a mulher gorda pode ou não vestir. Cropped? Tem! Jeans superskinny? Também. Transparência? Opa! Curtimos mil vezes!

Premme (Foto: reprodução/Instagram)

@asos: outro fast fashion famoso! Este é focado em tendências jovens (sport + streetwear), tipo vestidinhos folk, jaqueta de náilon colorida, moletom… Basta um passeio pelo feed da marca para notar também que o foco é a diversidade, de corpos, tamanhos, gêneros, cores. Muito legal.

@riverisland: trata-se de uma grife britânica que não é exclusivamente plus size, mas veste mulheres com todos os tipos de corpo – e as coloca em seu perfil no Insta, claro. Inclusive incetiva as consumidoras a compartilharem os cliques dos próprios looks com a hashtag #ImWearingRI. Vale o scroll.

River Island (Foto: Reprodução)

 

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias de modelos do Brasil Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo Estadão – Caderno de Moda Beleza, Moda e Agencias de Modelos do Brasil Mural Fashion ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda Jornal O Globo Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL , LEQUIPE AGENCE, Way Model

Modelo nos anos 90, Fabiana Saba conta da fase em que passou do manequim 34 para o 44

agosto 10, 2017

Fabiana Saba (Foto: Deco Cury)(Foto: Deco Cury)

Comecei a trabalhar como modelo com 13 anos. Aos 15, já morava em Nova York e viajava o mundo fotografando. Sempre fui muito magra, cheguei a sofrer bullying por isso na escola. Tenho 1,76 m de altura e, nessa época, pesava 48 kg. Comia muito e não engordava. Malhar? Nem pensar.


Mas quando completei 21 anos comecei a engordar e resolvi fazer uma lipoescultura. Pouco tempo depois, conheci o Ralph, meu marido, que é nova-iorquino, e passamos a namorar a distância.


Nessa época, eu estava bem profissionalmente, trabalhando como apresentadora do Interligado Games e do Superpop, na Rede TV. Com o tempo, fama e dinheiro começaram a perder valor, porque sentia muita falta dele. Em 2002, o amor falou mais alto: larguei tudo para viver com ele em Nova York. Deu certo! Estamos juntos há 15 anos e casados há 12.


Meu marido é judeu, sou kardecista, minhas filhas frequentam uma escola quaker (grupo religioso surgido na Inglaterra no século 17, mas hoje mais concentrado nos Estados Unidos), a gente medita.


Converti-me ao judaísmo para casar e participamos de todos os feriados. Não somos quaker, mas escolhemos essa escola porque eles se preocupam em criar seres humanos íntegros e conscientes. As filhas do Obama estudavam num colégio similar em Washington. O que eu mais quero é criar um mundo bom para os meus filhos e criar bons filhos para o mundo.

Com Gisele Bündchen em um editorial da Vogue em 1995 (Foto: Arquivo Vogue)Com Gisele Bündchen em um editorial da Vogue em 1995 (Foto: Arquivo Vogue)

Falando em filhos, foi quando engravidei que engordei de vez. Foram 30 quilos na gravidez de Victoria, que hoje tem 9 anos, e 25 na de Rebecca, de 6. E eu não sabia emagrecer porque nunca tinha precisado fazer dieta.


Depois que as minhas filhas nasceram, já emagreci e engordei de novo muitas vezes, mas nunca cheguei perto de voltar a ter as medidas da época de modelo e apresentadora. Em termos de saúde, quando eu era magra comia muito mais besteiras, muito açúcar, não tinha massa muscular. Acho que peso mais de 70 kg agora, mas nunca mais subi numa balança. Números para mim não existem! Só sei que usava 34 e agora, 44. E é o que é.


Mas nem sempre foi assim. Só a partir do ano passado comecei a aceitar meu corpo e ver beleza fora do que é considerado padrão. Teve uma época em que não me sentia mais bonita para trabalhar, parecia que estava invisível. Muita gente vinha me perguntar: “Nossa, você está com o rosto lindo, por que deixou isso acontecer com o seu corpo?”. Ficava mal e comia mais.


Comecei a perceber que, se estivesse num resort, por exemplo, e encontrasse algum conhecido, não entrava na piscina com a minha filha por vergonha de mostrar meu corpo. Achava que meu marido me dava indiretas porque eu tinha engordado e ficava superbrava.


Quando me aceitei, percebi que era coisa da minha cabeça. Ficava mal-humorada, porque pensava que ele estava me olhando diferente. Às vezes não queria sair com o Ralph, não me sentia bem em nenhuma roupa e na minha cabeça ele concordava com isso.


Na verdade, meu marido só reclamou comigo porque estava preocupado com a minha saúde, já que tive pré-diabetes. Ele, por sua vez, se alimenta bem, corre todo dia. Está melhor agora do que há 20 anos quando nos conhecemos. É um tapa na cara!


No ano passado, comecei a postar fotos e textos mais reais no meu Instagram sobre meu cotidiano, minhas angústias, meus defeitos, e senti uma resposta muito positiva das mulheres que me seguiam. Isso ajudou a dar força para recuperar minha autoestima.


Acho que hoje as pessoas cansaram da perfeição, de um mundo que você não consegue alcançar porque, na verdade, ele não existe. Nessa mesma época, minha filha mais nova passou a estudar em período integral. E, pela primeira vez, senti vontade de voltar a trabalhar depois de todos esses anos sendo mãe 24 horas.


Foi quando uma amiga que trabalha nos EUA como modelo curvy (uma categoria abaixo do plus size) me convidou para ir até a agência dela. Na mesma hora eles me contrataram e, aos poucos, estou voltando a trabalhar.


Quando trabalhava como modelo no Brasil, não precisava mais fazer casting. E agora estou aqui, no começo, com meninas de 16 anos. E vou fazer 40 este ano. É difícil começar de novo. Meu marido tem me apoiado muito. Nunca me arrependi de ter largado tudo. Fiz isso não porque ele não queria que eu trabalhasse, e sim porque estávamos em países separados.


Veja: Agencias de Modelos


Com o Instagram e os primeiros trabalhos, senti uma resposta do Brasil que eu não esperava. Pelo contrário, achei que sofreria muitas críticas, estava preparada para elas, mas fui recebida de braços abertos. O que prova o quanto as pessoas estão preparadas para a diversidade de corpos.


Este novo momento me levou a criar, em março passado, junto com a minha amiga e modelo curvy Natalia Novaes e a também modelo Luma Grothe, o Todas Juntas, programa de empoderamento feminino no YouTube, feito parte no Brasil, parte nos EUA.


Feminismo é ter liberdade de escolha, e é isso que tentamos mostrar. A mulher que quer ser só mãe não tem que julgar a que não quer ter filhos, e assim por diante. Depois de nove anos, usei biquíni – e postei –- pela primeira vez no verão passado. Fiz as pazes com o espelho. Amo comer. Sou feliz comendo e tudo bem.


Não tenho vontade de emagrecer, só tenho vontade de ficar durinha. Não quero ter celulite, ficar flácida. Até estou me animando mais para malhar. Esse mundo de modelos plus tem mulheres maravilhosas. Se você tem que se matar para ter um peso, isso não é saudável.



Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Modelo nos anos 90, Fabiana Saba conta da fase em que passou do manequim 34 para o 44

agosto 10, 2017

Fabiana Saba (Foto: Deco Cury)(Foto: Deco Cury)

Comecei a trabalhar como modelo com 13 anos. Aos 15, já morava em Nova York e viajava o mundo fotografando. Sempre fui muito magra, cheguei a sofrer bullying por isso na escola. Tenho 1,76 m de altura e, nessa época, pesava 48 kg. Comia muito e não engordava. Malhar? Nem pensar.


Mas quando completei 21 anos comecei a engordar e resolvi fazer uma lipoescultura. Pouco tempo depois, conheci o Ralph, meu marido, que é nova-iorquino, e passamos a namorar a distância.


Nessa época, eu estava bem profissionalmente, trabalhando como apresentadora do Interligado Games e do Superpop, na Rede TV. Com o tempo, fama e dinheiro começaram a perder valor, porque sentia muita falta dele. Em 2002, o amor falou mais alto: larguei tudo para viver com ele em Nova York. Deu certo! Estamos juntos há 15 anos e casados há 12.


Meu marido é judeu, sou kardecista, minhas filhas frequentam uma escola quaker (grupo religioso surgido na Inglaterra no século 17, mas hoje mais concentrado nos Estados Unidos), a gente medita.


Converti-me ao judaísmo para casar e participamos de todos os feriados. Não somos quaker, mas escolhemos essa escola porque eles se preocupam em criar seres humanos íntegros e conscientes. As filhas do Obama estudavam num colégio similar em Washington. O que eu mais quero é criar um mundo bom para os meus filhos e criar bons filhos para o mundo.

Com Gisele Bündchen em um editorial da Vogue em 1995 (Foto: Arquivo Vogue)Com Gisele Bündchen em um editorial da Vogue em 1995 (Foto: Arquivo Vogue)

Falando em filhos, foi quando engravidei que engordei de vez. Foram 30 quilos na gravidez de Victoria, que hoje tem 9 anos, e 25 na de Rebecca, de 6. E eu não sabia emagrecer porque nunca tinha precisado fazer dieta.


Depois que as minhas filhas nasceram, já emagreci e engordei de novo muitas vezes, mas nunca cheguei perto de voltar a ter as medidas da época de modelo e apresentadora. Em termos de saúde, quando eu era magra comia muito mais besteiras, muito açúcar, não tinha massa muscular. Acho que peso mais de 70 kg agora, mas nunca mais subi numa balança. Números para mim não existem! Só sei que usava 34 e agora, 44. E é o que é.


Mas nem sempre foi assim. Só a partir do ano passado comecei a aceitar meu corpo e ver beleza fora do que é considerado padrão. Teve uma época em que não me sentia mais bonita para trabalhar, parecia que estava invisível. Muita gente vinha me perguntar: “Nossa, você está com o rosto lindo, por que deixou isso acontecer com o seu corpo?”. Ficava mal e comia mais.


Comecei a perceber que, se estivesse num resort, por exemplo, e encontrasse algum conhecido, não entrava na piscina com a minha filha por vergonha de mostrar meu corpo. Achava que meu marido me dava indiretas porque eu tinha engordado e ficava superbrava.


Quando me aceitei, percebi que era coisa da minha cabeça. Ficava mal-humorada, porque pensava que ele estava me olhando diferente. Às vezes não queria sair com o Ralph, não me sentia bem em nenhuma roupa e na minha cabeça ele concordava com isso.


Na verdade, meu marido só reclamou comigo porque estava preocupado com a minha saúde, já que tive pré-diabetes. Ele, por sua vez, se alimenta bem, corre todo dia. Está melhor agora do que há 20 anos quando nos conhecemos. É um tapa na cara!


No ano passado, comecei a postar fotos e textos mais reais no meu Instagram sobre meu cotidiano, minhas angústias, meus defeitos, e senti uma resposta muito positiva das mulheres que me seguiam. Isso ajudou a dar força para recuperar minha autoestima.


Acho que hoje as pessoas cansaram da perfeição, de um mundo que você não consegue alcançar porque, na verdade, ele não existe. Nessa mesma época, minha filha mais nova passou a estudar em período integral. E, pela primeira vez, senti vontade de voltar a trabalhar depois de todos esses anos sendo mãe 24 horas.


Foi quando uma amiga que trabalha nos EUA como modelo curvy (uma categoria abaixo do plus size) me convidou para ir até a agência dela. Na mesma hora eles me contrataram e, aos poucos, estou voltando a trabalhar.


Quando trabalhava como modelo no Brasil, não precisava mais fazer casting. E agora estou aqui, no começo, com meninas de 16 anos. E vou fazer 40 este ano. É difícil começar de novo. Meu marido tem me apoiado muito. Nunca me arrependi de ter largado tudo. Fiz isso não porque ele não queria que eu trabalhasse, e sim porque estávamos em países separados.


Veja: Agencias de Modelos


Com o Instagram e os primeiros trabalhos, senti uma resposta do Brasil que eu não esperava. Pelo contrário, achei que sofreria muitas críticas, estava preparada para elas, mas fui recebida de braços abertos. O que prova o quanto as pessoas estão preparadas para a diversidade de corpos.


Este novo momento me levou a criar, em março passado, junto com a minha amiga e modelo curvy Natalia Novaes e a também modelo Luma Grothe, o Todas Juntas, programa de empoderamento feminino no YouTube, feito parte no Brasil, parte nos EUA.


Feminismo é ter liberdade de escolha, e é isso que tentamos mostrar. A mulher que quer ser só mãe não tem que julgar a que não quer ter filhos, e assim por diante. Depois de nove anos, usei biquíni – e postei –- pela primeira vez no verão passado. Fiz as pazes com o espelho. Amo comer. Sou feliz comendo e tudo bem.


Não tenho vontade de emagrecer, só tenho vontade de ficar durinha. Não quero ter celulite, ficar flácida. Até estou me animando mais para malhar. Esse mundo de modelos plus tem mulheres maravilhosas. Se você tem que se matar para ter um peso, isso não é saudável.



Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Todo poder às curvas! 8 modelos plus size que estão roubando a cena no mundo da moda

maio 3, 2017

Ashley Graham (Foto: Divulgação)Ashley Graham (Foto: Divulgação)

Única modelo a aparecer na lista das 100 pessoas mais influentes de 2017, da revista “Time”, Ashley Graham é a prova de que a indústria da moda precisa rever seus padrões de uma vez por todas. Em tempos de musas fitness, que ganham as redes com suas silhuetas superenxutas, as modelos plus size começam a roubar a cena, das passarelas às redes sociais, com uma mensagem clara: a moda é, sim, para todas!


No último NYFW, Ashley foi a grande estrela de dois importantes desfiles, Michael Kors e Prabal Gurung. No segundo, riscou a passarela ao lado de Candice Huffine e provou que o clamor por mais diversidade no universo fashion vem, pouco a pouco, surtindo efeito.


Esqueça as Angels! A seguir, confira as modelos nas quais você precisa ficar de olho a partir de agora.


ASHLEY GRAHAM
Aos 29 anos, a norte-americana já fez história ao se tornar a primeira modelo “fora dos padrões” ao posar de biquíni para a capa da edição de verão da revista esportiva “Sports Illustrated”. Depois disso, viu seu nome estampado nas principais publicações de moda do mundo. Com 4 milhões de seguidores no Instagram, ela é definitivamente a top da vez!

Fluvia Lacerda (Foto: Reprodução Instagram)Fluvia Lacerda (Foto: Reprodução Instagram)

FLUVIA LACERDA 
Apesar de ter nascido no Brasil, Fluvia, 36, que já foi chamada de “Gisele Bündchen plus size”, viu sua carreira deslanchar mesmo no exterior. Depois de se mudar para os Estados Unidos, há dez anos, para estudar inglês, precisou trabalhar como babá e faxineira para driblar as dificuldades financeiras. Até que, em 2003, foi descoberta por um olheiro dentro do ônibus. Entre seus feitos históricos está o fato de ter sido a “primeira gorda a ser capa de uma edição de aniversário da revista Playboy”, em suas próprias palavras. Em breve, sua história vai virar livro!

Jennie Runk (Foto: Reprodução Instagram)Jennie Runk (Foto: Reprodução Instagram)

JENNIE RUNK
Depois de estrelar a campanha de 2013 da H&M, a norte-americana de 27 anos passou a figurar na lista das modelos do momento. Engajada, levanta não só a bandeira das mulheres plus size, como também pelos direitos LGBTs. Jennie é casada há seis meses com a ativista Andria May-Corsini. “Não existe nenhum glamour em abraçar um só tipo de corpo”, declarou.

Saffi Karina (Foto: Reprodução Instagram)Saffi Karina (Foto: Reprodução Instagram)

SAFFI KARINA 
Esta londrina de 27 anos já foi rejeitada por uma agência de modelos, onde trabalhava há dois anos, por ser “grande demais”. Na época, vestia manequim 40. Decidida a abraçar suas curvas – “meus quadris são deste tamanho e não vão mudar de maneira nenhuma” -, adotou uma rotina sem restrições e, quando alcançou o manequim 46, voltou a modelar. Desta vez, como plus size. Desde então, tem sido estrela de diversas campanhas publicitárias, como as das marcas Debenhams, Speedo, John Lewis e Bravissimo.

Justine Legault (Foto: Reprodução Instagram)Justine Legault (Foto: Reprodução Instagram)

JUSTINE LEGAULT
Uma das modelos a encabeçar a campanha #ImNoAngel (Não sou Angel), que se posicionou contra os padrões discrepantes enaltecidos pela Victoria’s Secret, a canadense de 30 anos já estampou capas importantes e chegou a ser comparada a Georgia May Jagger. Para chegar ao post de uma das modelos mais aclamadas da vez, ouviu muitas críticas, mas sua autoestima permitiu que nada a abalasse.

Tara Lynn (Foto: Reprodução Instagram)Tara Lynn (Foto: Reprodução Instagram)

TARA LYNN 
Natural de Seattle, nos Estados Unidos, a top de 34 anos já sofreu bullying na infância por ter sido uma criança gordinha. Ex-garota-propaganda da coleção de swimwear da H&M, ela já estampou as maiores capas de revista de moda do mundo. Hoje, além de modelar, está diretamente ligada a organizações que prestam apoio a meninas que sofrem com distúrbios alimentares.

Candice Huffine (Foto: Reprodução Instagram)Candice Huffine (Foto: Reprodução Instagram)

CANDICE HUFFINE 
Primeira modelo plus size a fotografar para o famoso Calendário Pirelli, em 2015, e uma das modelos que alçaram a campanha #ImNotAngel nas redes, Candice tem deixado sua marca nas principais semanas de moda internacionais. A norte-americana de 32 anos, desfilou na última temporada do NYFW para as grifes Prabal Gurung, Sophie Theallet e Christian Siriano vestindo looks da coleção comercial de todas elas. Fora das passarelas, criou o projeto “Project Start” em parceria com a revista “Women’s Running” para encorajar mulheres a praticarem corrida. Afinal, o esporte também é para todas!

Hunter McGrady (Foto: Reprodução Instagram)Hunter McGrady (Foto: Reprodução Instagram)

HUNTER MCGRADY
Uma das mais jovens entre as colegas, a californiana de 23 anos, segue os passos de Ashley Graham e, este ano, estampou a tão disputada capa de verão da “Sports Illustrated”. Hunter começou sua carreira aos 16, mas os quadris largos a impediram de abraçar muitas oportunidades. Três anos depois, se tornou top plus size, mas prefere evitar o termo, que, segundo ela, promove a segregação. Com mais de 240 mil seguidores no Instagram, ela não hesita em exibir uma beleza sem retoques na rede, expõe sem receios suas estrias, celulites e acnes.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Horóscopo Fashion – de 24 a 30/04

abril 24, 2017

Nesse período de 24 a 30/04, o que o cosmo reserva pra nós? No dia 24, com a Lua em Áries (primeiro signo do zodíaco), ficamos com vontade de dar um gás em tudo. É um começo de semana cheio de energia emocional. Ficamos com mais disposição pra enfrentar desafios e mais impacientes com limitações. Saturno retrógrado em Sagitário está bem com Mercúrio retrógrado em Áries: ótimo momento pra refazer estratégias, com foco e ideias sólidas. Segundona boa também pra começar um diário e rever gastos. Mas cuidado com as palavras, elas ficam bem duras.

Dia 26 com Lua Nova em Touro às 12h16. Por 7 dias temos facilidade pra colocar nosso mundo material em ordem e nos abrirmos pra abundância. O que devemos trabalhar: valor, autoestima, gratidão, prazeres, 5 sentidos, erotismo. E o Mercúrio retrógrado colado em Urano em Áries? A hora de deixar ideias preconceituosas e estreitas pra trás é agora! Aproveite essa chance!

Dia 27: os Nodos (Norte e Sul) mudam de signos. Até então estavam em Virgem (hábitos, corpo, métodos) e Peixes (espiritualidade). Agora passam pra Leão e Aquário: toda atenção é voltada pro que amamos! Guie-se por suas próprias experiências e fique mais autêntico, desengessado. O convívio social é outra pauta da vez.

Dia 28 com Vênus entrando em Áries: tempo de amor à primeira vista. Porém, o fogo da paixão pode acabar queimando o amor, ou durar muito pouco… Signos regidos por Vênus (Touro e Libra) sofrem atrasos nos afetos e nas finanças, além de pintar uma falta de foco. Já os arianos, mais charmosos e atraentes, arrebatam corações!

Com Plutão retrógrado por 4 meses, temos a oportunidade de internalizar e promover mudanças em nossos padrões emocionais. Capricornianos e cancerianos do segundo decanato podem esperar por modificações radicais em setores ligados ao relacionamento afetivo e mesmo no modo como se relaciona consigo mesmo. Com Plutão em Capricórnio, signo que rege os joelhos (simbolismo da humildade), somos lembrados que precisamos ceder, soltar o controle e a rédea curta das situações; render-nos diante da nossa impotência, do desconhecido; desistir de saber tudo, resolver tudo, controlar tudo…

#prapensar: “Vestir-se bem é também vestir-se com ética”

Pra saber como o Sol em Touro afeta os signos, previsões desta semana e dica de acessórios, clica aqui embaixo – e pra mais dicas de Jakeastróloga, clique no Esoteríssima! Namastê!

Top plus size Iskra Lawrence posa sem Photoshop e dispara: “Desistam da busca pela perfeição”

fevereiro 7, 2017

Modelo plus Size posa sem photoshopIskra Lawrence (Foto: Reprodução Instagram)

Uma das modelos mais celebradas da vez, Iskra Lawrence é referência na luta pela autoaceitação. Diante disso, ela posou para as lentes da fotógrada Ahley Jo, que celebra a beleza real das mulheres, e lançou no Instagram uma verdadeira lição de autoestima às seguidoras.


“Quando vocês desistirem da busca pela perfeição, verão sua vida crescer positivamente”, escreveu na foto publicada sem retoques. “Todas nós somos suficientemente boas, o que é bonito é que somos imperfeitamente perfeitas.”


Iskra é inglesa e tem 26 anos. Entre os seus maiores feitos foi ter contribuído para a criação do Runway Riot, um site destinado a ser uma alternativa para as mulheres das mais variadas silhuetas e que querem saber mais sobre moda e beleza.


Melhores agencias de Modelos - Models BrasilIskra Lawrence (Foto: Reprodução Instagram)Iskra Lawrence (Foto: reprodução)



 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Top plus size Iskra Lawrence posa sem Photoshop e dispara: “Desistam da busca pela perfeição”

fevereiro 7, 2017

Modelo plus Size posa sem photoshopIskra Lawrence (Foto: Reprodução Instagram)

Uma das modelos mais celebradas da vez, Iskra Lawrence é referência na luta pela autoaceitação. Diante disso, ela posou para as lentes da fotógrada Ahley Jo, que celebra a beleza real das mulheres, e lançou no Instagram uma verdadeira lição de autoestima às seguidoras.


“Quando vocês desistirem da busca pela perfeição, verão sua vida crescer positivamente”, escreveu na foto publicada sem retoques. “Todas nós somos suficientemente boas, o que é bonito é que somos imperfeitamente perfeitas.”


Iskra é inglesa e tem 26 anos. Entre os seus maiores feitos foi ter contribuído para a criação do Runway Riot, um site destinado a ser uma alternativa para as mulheres das mais variadas silhuetas e que querem saber mais sobre moda e beleza.


Melhores agencias de Modelos - Models BrasilIskra Lawrence (Foto: Reprodução Instagram)Iskra Lawrence (Foto: reprodução)



 


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model