Agencias de Modelos, Top Models, Celebridades – O seu portal de informação
Show MenuHide Menu

Tag: passos

Five Foot Two: Assista ao trailer oficial do novo documentário sobre Lady Gaga

setembro 21, 2017
Lady Gaga ganha documentário na Netflix (Foto: Divulgação)

Por oito meses, o diretor Chris Moukarbel e sua equipe seguiram os passos de Lady Gaga, captando a vida da cantora enquanto ela lançava seu último álbum “Joanne” e passa por momentos difíceis que incluem a problemas de família e a luta para recuperar a saúde enquanto continua a tocar sua carreira. O nome do filme faz alusão à altura da cantora, de 1,57m.

No trailer os fãs veem Gaga confessando ter passado por “paranoia, medo ansiedade, dor física”. “Vou de pessoas me tocando e falando comigo o dia inteiro para silêncio total. E todas essas pessoas vão embora e eu vou ficar completamente sozinha”. O filme estreia na Netflix no próximo dia 22. Assista ao trailer oficial a seguir:

Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Modelos Masculinos SPFW Revista Epoca Vogue Fashionlines Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Melhores Agencias Agencias de Modelos do Brasil Linksweb Neoplanos Agentes do Alem 3ICAP Premio de Moda AnuarioTI Governo ID Porto Alegre Fashionlines Balenciaga Pebblebeb Sweetyus O Povo Hubblo Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Agencias de Modelos e Top Models UOL Estilo G1 Moda  Folha S.Paulo Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Travesti na novela das 9, Silvero Pereira se sente bem como homem ou mulher

junho 20, 2017

Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)Silvero Pereira fala sobre Nonato de A Força do Querer e as questões LGBT (Foto: Globo/Maurício Fidalgo)

Silvero Pereira se define como uma pessoa que não gosta de se “encaixotar”. Livre de preconceitos e firme em suas opiniões, ele não deixa que ninguém o coloque para baixo. “Ser chamado de ‘viado’ e ‘traveco’ para mim é motivo de orgulho”, diz ele em entrevsita. Cearense de Mombaça, uma cidade de 50 mil habitantes, o ator de 35 anos – filho de operário e mãe lavadeira – é casado há nove com um dramaturgo, mas teve várias namoradas na adolescência.  


Foi pensando em defender atores transexuais e travestis que Pereira montou a companhia teatral AsTravestidas. Defensor dos direitos da comunidade LGBT, ele acredita que é preciso lutar por leis que defendam a todos: “Se não, vamos acabar revelando que o Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.”


Como tem sido a repercussão de seu personagem na novela?
SILVERO PEREIRA Faço teatro há 18 anos. Construí uma trajetória artística e política muito importante. Há 15 anos, me dedico às questões LGBT, de travestis, transexuais e transformistas, e  ganhei notoriedade, mas, claro, tudo isso está muito longe do que uma novela das 9 consegue proporcionar. Não consigo mensurar o tamanho disso tudo. Estou em cartaz em São Paulo com a peça “Brtrans“, e, outro dia, andando pela Avenida Paulista, pela primeira vez as pessoas me abordam para falar sobre o Nonato, meu personagem na novela. Nas redes sociais, tenho um Instagram bem ativo e, às vezes, entro ao vivo. Quando isso acontece, sempre aparece uma pessoa que decide me agredir. Reajo politicamente.


O que chama de reagir politicamente?
PEREIRA – Quando tentam me chamar de “viadão”, “traveco”, palavras que podem ser consideradas depreciativas e insultos, eu rebato dizendo que, para mim, elas são motivo de orgulho, adjetivos bem positivos. Esse tipo de atitude faz com que eu acabe levantando essa bandeira para outras pessoas que, no dia a dia, são agredidas e até espancadas. Costumo dizer: “Respondam [às agressões] e se sintam orgulhosas pelo que são”. É muito fácil julgar uma travesti que está na esquina se prostituindo. Mas qual a história dela? Precisamos nos aprofundar nessas questões, sair da superficialidade para entender o que ela sofreu desde criança. Ela está na rua tentando sobreviver.

Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)Leandra Leal e Silvero Pereira na Parada do Orgulho LGBT, neste domingo (18) (Foto: Reprodução Instagram)

Quando decidiu ser ator?
PEREIRA – Minha irmã Cristiana e eu costumávamos brincar de show de calouros. Desde pequeno, gostava de me fantasiar. Trancado no banheiro, me sentia seguro para me expor, pois, sozinho, podia brincar com minhas fantasias. Alguns amigos na infância, principalmente as meninas,  compreendiam minha inclinação para as artes e participavam das minhas invenções. Mas só fui saber o que era teatro quando me mudei para Fortaleza, aos 17 anos. Quando assisti a primeira peça de teatro, descobri o que queria fazer na vida.

Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)Silvero vive a travesti Elis Miranda em A Força do Querer (Foto: Fábio Rocha/TV Globo)

Quando você contou à sua família que era homossexual?
PEREIRA –
Esse sempre foi um assunto difícil de falar com minha família, mas, de maneira natural, eles compreenderam que não podiam exigir de mim questões heteronormativas. Não podiam exigir namoradas, casamento, filhos, algo que eles tentaram  durante minha adolescência. Depois que me reconheci de fato, não permiti que ninguém interferisse em minha construção. 


Você se relacionou com meninas?
PEREIRA – Durante toda a minha adolescência, todas as minha relações foram com meninas. Primeiro namorei meninas; depois, passei a me relacionar com garotos. Foi um processo natural. Não gosto de me encaixotar na obrigação de me definir homossexual, bissexual. Gosto muito mais da liberdade de ser, do que da obrigação de definir. Essa é uma frase que tenho usado sempre. Hoje, aos 35 anos, sou feliz com minha identidade. Não me privo dos meus desejos, sejam eles por homens ou por mulheres. Permito que esses desejos aconteçam e, se tiver que ser por homem ou por mulher, que seja bem bonito para mim.


Como os travestis eram tratados em sua cidade natal?
PEREIRA – uma história muito perturbadora da minha infância: Há uma travesti em minha cidade, que mora lá até hoje, chamada Barbosinha. Sempre me disseram que ela tinha uma doença e eu não deveria me aproximar. Era uma espécie de lenda urbana que dizia que a gente não podia ter contato com a Barbosinha. Quando saí da minha cidade, eu era transfóbico. Fui obrigado a não gostar de Barbosinha, a pensar que ela era quase um bicho.  Mas, apesar de eu não ter compreensão sobre sexualidade e identidade de gênero, sentia interesse por esses temas, mesmo sem saber ainda me encaixar. Foi no teatro que compreendi que as pessoas tinham me feito pensar tudo errado.


Você sofreu preconceito no início de sua carreira?
PEREIRA – Sim, por fazer trabalhos para travestis. A classe artística começou a dizer que eu não era era ator, que deveria virar transformista e seguir os passos de minhas colegas nas boates. Mas enfrentei tudo e hoje digo: “Vocês estavam errados”. Hoje, há travestis que trabalham como  funcionárias públicas, são casadas, respeitadas. Claro que ainda existem muitas que são marginalizadas, mas o cenário é bem diferente de quando eu era mais jovem.


Por que você montou a companhia de teatro As Travestidas?
PEREIRA – Estamos num movimento muito bonito rumo à representatividade nas artes cênicas e me considero alguém que, de fato, contribuiu para esse movimento. Há 15 anos, no Ceará, acompanhei muitas amigas artistas largarem o teatro para trabalhar apenas em boates. A construção do meu grupo foi uma luta política, de resistência, para que as meninas voltassem ao  teatro. No grupo, temos três transexuais graduadas em artes cênicas. Somos em 12 integrantes e tem de tudo: hétero, homo, bi,  fluido de gênero, travesti, transexual e transformista.


O que falta para o seu grupo se multiplicar?
PEREIRA – Políticas públicas em defesa das questões LGBT. A área artística está à frente de outros setores. É preciso que as pessoas reconheçam que o Brasil é o país onde se mata mais travesti e trans no mundo. Não há políticas em defesa dessa comunidade. O Brasil se finge democrático e libertário, mas é assassino e violento.


Na TV, você prefere se ver como Elis ou Nonato?
PEREIRA – Me sinto tão feliz de barba quanto de cabelo comprido e usando vestido. O masculino é uma coisa que me interessa, me excita e me deixa feliz. Mas o feminino é algo que me comove, mexe comigo. Me sinto feliz das duas formas. Até uns 30 anos, me sentia confuso sobre a masculinidade, a feminilidade, mas agora transito normalmente. O teatro foi minha terapia e me ajudou intensamente a resolver essas questões.


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Moda no Estadao Folha de S.Paulo Portal G1 SPFW Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model

Milionária, Munik mostra gosto refinado por itens de luxo e segue passos de Grazi

junho 16, 2016

Munik Nunes está na casa dos milhões. Após enriquecer com sua vitória no “Big Brother Brasil 16”, em abril, (recebeu R$ 1,5 milhões), a goiana ultrapassou uma marca impressionante de seguidores no Instagram (2 milhões). A jovem de 19 anos, agora é presença VIP em eventos exclusivos e passou a circular no ‘high society’ carioca. A morena ficou recentemente com Olin Batista, filho de Eike. “Nos conhecemos recentemente e ficamos amigos”, disse em entrevista.


A escalada social de Munik, no entanto, não aconteceu sem antes revisitar o passado em Goiás, estado em que cresceu e passou a maior parte de sua vida. “A primeira coisa que fiz foi reformar a casa dos meus pais na qual vivia antes de antes de entrar no Big Brother”. Entre seus planos está aposentar o pai, mototaxista da região.


Com os frutos da recém conquistada fama, ela planeja também construir para si uma carreira duradoura em frente às câmeras, a exemplo de outras colegas. Para tal, buscou nos estudos — e na mudança de imagem — o pontapé para, quem sabe, se firmar na nova profissão. “Estou estudando para ser atriz. Faço aulas de interpretação, tenho uma coach e comecei a fazer fono também”, contou.

Munik Nunes posa para ensaio de moda (Foto: Faya)Munik Nunes posa para ensaio de moda (Foto: Faya)

Inevitável não comparar este início de trajetória com a também ex-BBB Grazi Massafera. Há dez anos, ao deixar o programa após se tornar uma das queridinhas do público, a agora atriz mudou de visual, começou a estudar e passou a fazer pontas em programas da Globo. Ela se consagrou com um papel desafiador na novela “Verdades Secretas” (2015), onde viveu Larissa, uma modelo viciada em crack.


TRANSFORMAÇÃO DE VISUAL
Munik começou sua mudança pelo guarda-roupa com a ajuda de profissionais da moda, a quem ainda recorre quando necessita de conselhos. “Depois que me tornei uma pessoa pública tenho me interessado e pedido dicas para stylists. Acho que a imagem tem a ver com o que você veste”.


Se depender da inspiração, seu novo estilo tem tudo para dar certo. Munik busca referências em estilistas consagrados. “Olha, eu ainda estou aprendendo muita coisa sobre isso. Não tenho grifes favoritas, mas andei olhando o que as mulheres vestem nos tapetes vermelhos e gosto de Valentino, Chanel e Zuhair Murad. Uma outra coisa que vi na internet e gostei foi Oscar de La Renta.”


A nova milionária, no entanto, mantém o controle sobre sua fortuna sem fazer loucuras com gastos exorbitantes em roupas e sapatos de luxo. “Não cometi nenhuma dessas extravagâncias”. O que lhe interessa são itens de qualidade e que combinam com seu estilo próprio, sem descaracterizar-se em nome de alguma nova moda. “Acho chique saber as tendências, mas vestir o que gosta”.

Munik Nunes muda imagem (Foto: Faya)Munik Nunes muda imagem (Foto: Faya)

FÃS
O gosto por itens luxuosos de Munik ultrapassa o universo da moda. Um de seus sonhos, conforme confessou durante o reality show, era ter na garagem de casa um carro de luxo. E já realizou! Recentemente, a goiana compartilhou nas redes sociais uma imagem de um HR-V modelo 2016.


Mas se depender dos fãs, ela pode ostentar em breve mais um veículo luxuoso. Para seu aniversário, no dia 5 de julho, eles planejam fazer uma vaquinha online e lhe dar um Land Rover. Munik pede que não o façam. “Eu dou muita atenção a eles e a questão de presentes é o que sempre digo: adoro receber o carinho deles, mas não gastem dinheiro comigo”, disse.


A polêmica do carro de luxo mostra que Munik contou com uma das bases de fãs mais fervorosas da última edição do programa. “Eu amo meus ‘bichinhos’, cheguei até aqui com a ajuda deles e faço muita coisa por eles”. Ao contrário de alguns famosos com tamanha popularidade, a ex-BBB não se importa com o interesse em sua vida. “Estou adorando essa fama! Está sendo maravilhoso, não me incomoda o assédio. A parte ruim seria a falta de privacidade, mas as coisas boas são maiores. Estou amando e amo meus fãs e o apoio deles”, concluiu.


(No ensaio: styling de Anderson Verscah/ beleza por Andre Velloso – Capa Mgt)


Assuntos sobre modelos e agencias de modelos na web: Agencias de modelos Melhores agencias de modelos Altura necessária para as modelos Como entrar para uma Agencia de Modelos Agencias de Modelos Brasileiras Agencia de Modelos do Brasil Lista de Agencias de Modelos Brasileiras Matérias sobre Modelos e o mundo da moda Lista de Agencias de Modelos Modelos Masculinos Empório Armani Online Lista de Agencias de Modelos Agencias de Modelos Agencias de modelos famosas Principais Agencias de Modelos Informações sobre agencias de modelos Informações sobre agencias de modelos e modelos Agencias de Modelos e Top Models Modelos, Agencias de Modelos e Bastidores da Moda Modelos, Agencias de Modelos e Moda Agencias de Modelos, Agencias de Moda do Brasil, Top Models, Modelos Femininos, Modelos Masculinos Vulnerável e Oscilante Moda, Modelos e Agencias de Modelos Matérias de moda e agências de Modelos Veja Fashion Agencia de Modelos e Top Models Principais Agencias de Modelos do País: FORD MODELS, MEGA MODEL BRASIL, MAJOR MODEL BRASIL, LEQUIPE AGENCE, Way Model